Calorimetria

O QUE É TAXA DE METABOLISMO BASAL?
(ou Gasto Energético Diário ou Gasto Energético Basal)A Taxa de Metabolismo Basal (TMB) mostra quanto o organismo gasta quando está em repouso. Há um gasto calórico mesmo em repouso, porque o organismo gasta calorias para manter suas funções vitais, como batimentos cardíacos, respiração, função cerebral e etc.Existem algumas fórmulas para se calcular a TMB, que levam em conta o sexo, idade, peso, altura e atividade física do indivíduo.Porém, as fórmulas existentes para se calcular a TMB dão margem a erros. Já a calorimetria indireta é um método que determina com precisão a Taxa de Metabolismo Basal.O que é a calorimetria indireta?A calorimetria indireta é um exame utilizado para medir a taxa metabólica basal.
O organismo consome uma quantidade fixa de oxigênio por cada caloria oxidada. Pela diferença entre a quantidade de oxigênio no ar inspirado e expirado, o aparelho calcula com precisão quantas calorias o corpo está “queimando” naquele momento. Cada pessoa tem a sua própria taxa metabólica basal. Duas pessoas com mesma idade, sexo, peso e altura provavelmente terão metabolismos energéticos diferentes.Como é feito este exame?

O exame é realizado em consultório e dura aproximadamente 20 minutos e é totalmente indolor. É necessário que o paciente esteja em repouso, em ambiente calmo e completamente relaxado. Consumo de alimentos, atividade física, situações estressantes e uso de estimulantes (cafeína, por exemplo) podem elevar o metabolismo e devem ser evitados nas horas que antecedem o exame.

O paciente irá respirar em uma máscara (semelhante à usada em inalações) que é ligada diretamente ao aparelho para que a quantidade de oxigênio eliminada seja medida. Os dados fornecidos são então inseridos em um programa de computador que irá fornecer a taxa metabólica basal do paciente em Kcal/dia.

Como avaliar os dados fornecidos pela calorimetria?

A taxa metabólica basal do paciente, obtida no exame, é comparada com a taxa metabólica que seria esperada para uma pessoa de mesmo sexo, idade, peso e altura. Uma variação de até 10% para mais ou para menos é considerada normal. Alguns indivíduos apresentam metabolismo lento - abaixo da variação normal – e têm mais facilidade de ganhar peso, pois necessitam de menor quantidade de alimentos para suas funções orgânicas. Outros tem metabolismo normal ou aumentado.

Este exame, usado em associação à Bioimpedância, fornece dados muito importantes na estratégia de tratamento, considerando que são dados individualizados e não estimados.
Utilizando-se a TMB, a atividade física, o exercício físico e a necessidade de cada um - manter o peso atual, perder ou ganhar peso - determina-se qual a ingestão calórica diária ideal para o indivíduo.

Prof. Dr. Marcello D. Bronstein – Endocrinologista
Christie Willis Spadão - Nutricionista